top of page
  • Foto do escritorJose Junior

Brasil se destaca no cenário global do empreendedorismo com 67% da população adulta envolvida

Pesquisa anual GEM mostra crescimento impressionante no interesse pelo empreendedorismo entre brasileiros, impulsionado pela pandemia de COVID-19

O empreendedorismo está se tornando cada vez mais comum na vida dos brasileiros, com mais de 93 milhões de pessoas entre 18 e 64 anos envolvidas de alguma forma com o empreendedorismo, de acordo com o relatório de 2022 da Global Entrepreneurship Monitor (GEM).

Essa pesquisa é realizada anualmente pelo Sebrae e pela Associação Nacional de Estudos em Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas (Anegepe).

O estudo detectou que 67% da população adulta brasileira tem algum envolvimento com o empreendedorismo. Isso se divide em 42 milhões de pessoas que já possuem um negócio ou estão tomando medidas para ter um, e outros 51 milhões que têm interesse em iniciar uma atividade empreendedora nos próximos três anos.

Além disso, a pesquisa destacou um aumento significativo na proporção da população considerada como potencial empreendedora. Em 2017, essa taxa era de 15,3%, subindo para 30,2% em 2019 e, após o início da pandemia em 2020, houve um salto de 22,5 pontos percentuais, atingindo 52,7%. Em 2022, a taxa de potenciais empreendedores se manteve no recorde de 53%.

A pandemia de COVID-19 desempenhou um papel significativo na explosão do empreendedorismo no Brasil, impulsionado pela escassez de empregos e uma mudança na perspectiva das pessoas sobre o mundo e seus desejos pessoais.

Esse interesse maciço no empreendedorismo resultou no Brasil ocupando a segunda posição no ranking mundial de população absoluta de potenciais empreendedores, atrás apenas da Índia, que tem 115 milhões de pessoas interessadas em iniciar um negócio. É importante lembrar que a população da Índia é aproximadamente sete vezes maior que a do Brasil.

O relatório GEM é uma pesquisa de renome mundial sobre empreendedorismo, que tem sido realizada anualmente há 23 anos. Mais de 110 países, representando mais de 95% do PIB mundial, participaram da pesquisa ao longo dos anos. No Brasil, em 2022, foram entrevistados 2 mil adultos e 52 especialistas entre junho e agosto. O Brasil é um dos poucos países que participou de todas as edições da pesquisa.


Fonte: www.contabeis.com.br/noticias


3 visualizações0 comentário
bottom of page