top of page
  • Foto do escritorJose Junior

MEI: boleto deve ser reajustado em maio

A contribuição mínima deve subir com o anúncio do novo salário mínimo; confira os valores.

O boleto do Microempreendedor Individual (MEI) aumentou 7,43% em 2023 e pode sofrer um novo reajuste.

Isso porque, o valor pago pelos empreendedores por meio do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) muda de acordo com a vigência do salário mínimo.

Atualmente, o salário mínimo é de R$ 1.302, mas a expectativa é que o governo aumente esse valor para cumprir a promessa eleitoral que previa R$ 1.320.

O Ministro do Trabalho, Luiz Marinho, afirmou que o novo valor deve ser divulgado até maio.

“Nós estamos discutindo a busca de espaço fiscal para mudar o valor do salário mínimo ainda este ano. Se houver espaço fiscal, nós haveremos de anunciar uma mudança para 1º de maio”, declarou Marinho em entrevista à TV Brasil.


Boleto do MEI 2023

Confira como devem ficar o novos valores do boleto do MEI na tabela abaixo:

MEI Fev/2023

MEI Maio/2023

Empresa de comércio e indústria (INSS+ICMS) : R$ 66,10;

Empresas de comércio e indústria (INSS+ICMS): R$ 67,00

Empresas de serviços (INSS+ISS): R$ 70,10

Empresas de serviços (INSS+ISS): R$ 71,00

Empresas de comércio e serviços (INSS+ISS+ICMS): R$ 71,10

Empresas de comércio e serviços (INSS+ISS+ICMS): R$ 72,00

“Mesmo com o aumento na contribuição mensal, ser formalizado e estar com os impostos em dia é um grande benefício para os microempreendedores individuais”, ressalta o gerente de políticas públicas do Sebrae, Silas Santiago.


Pagamento DAS

O boleto mensal do DAS vence todo dia 20 e pode ser gerado no Portal do Empreendedor.

Para o pagamento mensal do DAS-MEI, os microempreendedores individuais também podem optar pelo débito automático. Basta acessar o Portal do Empreendedor e clicar no banner da solicitação de Débito Automático. O MEI que fizer essa opção deve possuir uma conta corrente em um dos bancos conveniados.

O Documento de Arrecadação Simplificada do MEI é o instrumento de pagamento mensal das obrigações tributárias do Microempreendedor Individual. O DAS tem custo fixo, que varia de acordo com o setor de atuação do empreendedor. O valor mensal é de 5% do salário-mínimo, referente a contribuições previdenciárias, e R$ 5 de Imposto Sobre Serviços (ISS) para o Município, se a atividade for serviço, ou R$ 1 de Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para o Estado, se for comércio ou indústria.



0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page