top of page
  • Foto do escritorJose Junior

Meu INSS: aplicativo e site permanecem com acessos e serviços instáveis, prejudicando extrato de IR

Internautas conseguem fazer login no sistema, porém funcionalidades ainda não foram reestabelecidas.


O aplicativo e site Meu INSS, que sofreram pane total por mais de 36 horas desde a noite do domingo (21), continuaram com o acesso e serviços instáveis na noite desta terça-feira (23).

Nas redes sociais, muitos usuários relatam já conseguir fazer login no sistema, mas após esse passo, uma parcela de pessoas não conseguem acessar algumas funcionalidades.

Trabalhadores, aposentados, pensionistas e titulares de auxílio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), durante todo o dia, permaneceram sem acesso algum ao sistema, usando as redes sociais para se queixarem do problema.

Em um dos relatos, um internauta lamentou não conseguir resolver uma pendência, confira:

“Eu só queria cadastrar uma procuração no Meu INSS do meu pai”.

Outro relatou preocupação com a indisponibilidade para download do informe de rendimentos para quem precisa fazer a declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) deste ano.

“Meu INSS, volta a funcionar, pelo amor de Deus. Preciso emitir extrato para Imposto de Renda do meu pai. O prazo já está acabando”, disse.

De acordo com a Dataprev, que presta serviços de tecnologia para o INSS e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o sistema teve o funcionamento restabelecido no início da noite.

A empresa de processamento de dados do governo federal admite, apesar disso, que ainda há intermitência em algumas funcionalidades da plataforma, porém justifica com o alto volume de acesso após quase dois dias inteiros com problemas.

“As equipes técnicas da Dataprev seguem atuando para o retorno da operação normal da plataforma Meu INSS”, afirmou em nota.

Ao todo, o sistema soma quase 120 funcionalidades.

A pane, de acordo com a Dataprev, foi iniciada ainda no domingo (21) após um desligamento não programado de discos durante o procedimento padrão de manutenção em um equipamento de armazenamento, realizado pelo fabricante no Datacenter do Rio de Janeiro.

Os sistemas impactados foram: Meu INSS, Portal dos Peritos Médicos Federais (PMF), sistema de agendamento do INSS e consultas de informações do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) e de benefícios do INSS.

Canais alternativos

Para quem precisa fazer a emissão do informe de rendimento para a declaração de IRPF deste ano, cujo prazo de entrega se encerra em 31 de maio, a dica é recorrer ao banco pagador de seu benefício.

A instituição financeira pode emitir o extrato para fins de IR. Este serviço está disponível tanto pelo site quanto pelo aplicativo do banco.

O Meu INSS permite requerer benefícios, marcar perícias médicas, consultar agendamentos já feitos, saber sobre andamento de processos, fazer atualização de dados e até consultar o extrato de pagamento mensal, incluindo o valor da antecipação da primeira metade do 13º salário (50%), que será liberada nos próximos dias com o benefício referente a maio.

Diante das falhas no sistema, a saída para os segurados é procurar informações pelo número 135.

Por meio do call center, é possível fazer inscrição junto à Previdência Social, requerer benefícios, agendar atendimento em uma agência, consultar resultado de perícia médica, consultar data de pagamento de benefício e fazer denúncia anônima, entre outras possibilidades.

Além disso, o segurado pode conversar com um atendente para obter informações sobre um benefício da Previdência Social.

O horário de teleatendimento é de segunda-feira a sábado, das 7h às 22h (horário de Brasília). Mas o atendimento eletrônico está disponível 24 horas por dia, todos os dias da semana.

O CNIS reúne dados sobre as contribuições previdenciárias dos trabalhadores da iniciativa privada. Neste sistema, estão listados todos os vínculos trabalhistas e os respectivos recolhimentos mensais à Previdência Social.



2 visualizações0 comentário

留言


bottom of page